Sinterklaas chega à cidade

Todos os anos por esta altura, o velhinho das barbas chega à Holanda num barco a vapor, vindo de Espanha, local onde passa o resto do ano. Ele vai ficar por cá até à noite de 5 para 6 de Dezembro. Nessa noite, ele e os seus ajudantes (os Zwarte Pieten – Pedros Pretos) irão, montando o cavalo branco (a quem as crianças deixam cenouras e feno dentro do sapatinho junto à chaminé), distribuir presentes a todas as crianças da Holanda. Na verdade, talvez não sejam todas, porque aquelas que de acordo com o grande livro do Sinterklaas se tiverem portado mal, em vez de doces e presentes, receberão um monte de cavacos ou um saco de sal!

A tradição do holandesa do Sinterklaas terá dado origem à tradição americana do Pai Natal (Nova Iorque começou por ser uma colónia holandesa chamada, na altura, Nova Amsterdão) que, em vez de ser festejada no dia de São Nicolau (6 de Dezembro), é festejada no dia de Natal. Simultaneamente, os seus ajudantes deixaram de ser os Pedros Pretos (inicialmente era só um que seria um escravo africano a quem o São Nicolau teria comprado a liberdade e que, como forma de agradecimento, se tornou seu assistente) e passaram a ser os duendes e em vez de um cavalo branco, tem um trenó puxado por renas. Esta alteração do meio de transporte é talvez justificada pelo facto de o velhinho americano ser substancialmente mais pesado do que o holandês. Ainda bem para o cavalo.

Tags:

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: