Archive for the ‘Ambiente’ Category

O Lince-Ibérico

Abril 23, 2010
Technorati : ,,
Anúncios

Abate de árvores em viveiros

Janeiro 15, 2010

Via Árvores de Portugal.

Vodpod videos no longer available.

more about “Abate de árvores em viveiros“, posted with vodpod

Cope-nada?

Dezembro 23, 2009

Mark Lynas, autor de Seis Graus – O Nosso Futuro Num Planeta em Aquecimento e autor do blog Mark Lynas’ climate blog, escreve sobre as razões que levaram ao fracasso da cimeira de Copenhaga.

The truth is this: China wrecked the talks, intentionally humiliated Barack Obama, and insisted on an awful "deal" so western leaders would walk away carrying the blame. How do I know this? Because I was in the room and saw it happen.

Artigo completo.

O que estão eles a fazer em Mafra?

Setembro 21, 2009

A última vez que o concelho de Mafra viu algo parecido com as enormes mudanças que se têm verificado ao longo da última década (mais ano, menos ano), foi com toda a certeza no século XVIII aquando da construção do imponente convento de Mafra. Olhando para os mais recentes mandatos do actual Presidente da Câmara, é impossível dizer que não foi feita obra. Aquelas que o eng. Ministro dos Santos quererá ver recordadas serão com certeza as infraestruturas rodoviárias, o renovado (ou construído de raíz) parque escolar, o saneamento básico (cuja conclusão foi mais célere na propaganda do que no terreno) e outras obras menores ligadas ao turismo e ao desporto. Sem dúvida que estas obras contribuem de forma positiva para o desenvolvimento do concelho e para a melhoria da qualidade de vida dos seus munícipes.

Há porém uma série de contrapartidas que o concelho tem que dar em troca do financiamento que permite toda esta modernidade e… chamemos-lhe progresso. Julgo que a mais evidente serão as receitas de licenciamento de habitações. O parque habitacional do concelho de Mafra cresceu de tal forma que já pouco diferencia as (outrora) pequenas vilas do concelho das cidades-dormitório nos concelhos limítrofes de Lisboa. Na Ericeira, densidade de áreas construídas é de tal modo elevada que são raros os espaços verdes nas zonas com novas construções. Além disso, a actual elevada quantidade de anúncios de venda de apartamentos sugere que a taxa de ocupação dos fogos existentes não será particularmente elevada, o que de certo modo justifica a ideia de que as tais licenças de construção são um modo priveligiado de finaciamento da Câmara (em consonância com o resto do país, diga-se).

Outra das contrapartidas parece ser a atribuição de licenças para construção de superficies comerciais. Mafra deve ser o concelho de Portugal com maior número de supermercados por habitante. A sua maioria construída nos últimos 8-10 anos. As principais cadeias de supermercados a operar em Portugal (Dia, Intermarché, Jerónimo Martins, Lidl e Sonae), têm entre si cerca de 10 supermercados distribuídos por Ericeira, Mafra e Malveira. O que há de comum a quase todos eles é que estão afastados do centro da vilas, o que incentiva as deslocações de automóvel, e causam sérias dificuldades ao pequenco comércio local – na verdade, isto aplica-se a quase todas as novas superficies comerciais, o defeito será do paradigma adoptado pelas grandes distribuidoras.

Outros negócios em que a Câmara está envolvida e que são particularmente dispendiosos para os munícipes são as águas e, mais recentemente, a auto-estrada A21.
No negócio das águas, Mafra foi pioneira e terá sido mesmo o primeiro municipio português a privatizar os seus serviços de água e saneamento. A Câmara ter-se-á livrado dos custos de administração daquela infraestrutura, porém os munícipes ficaram com uma das tarifas de água mais caras do país (actualmente em 0.80€/m3 contra 0.50€/m3 em Oeiras/Amadora, por exemplo).
Quanto à A21, outro negócio em que a Câmara de Mafra revela pioneirismo, não só pelo envolvimento na construção com privados mas também pela participação no negócio da exploração, estão, de novo, os munícipes sujeitos aos mais elevados custos para serviços equivalentes (por exemplo a A1 custa cerca de 0.07€/km para o trajecto completo contra 0.10€/km da A21)

Como acima referi, não é possível afirmar que a Câmara de Mafra não fez obra nos mais recentes anos de vigência desta gestão, porém, os custos dessa obra começam a tornar-se demasiado pesados para que este modelo de gestão continue por muito mais tempo. Seria bom aproveitar as próximas eleições autárquicas para dar esse sinal ao actual Presidente da Câmara.

Dicas ambientais gratuitas por SMS

Junho 3, 2009

Via Floresta do Interior:
Quercus e Vodafone lançam Projecto SMS Ambiente no dia 3 de Junho
Vai ser lançado amanhã, dia 3 de Junho, pelas 9h, no Largo Camões em Lisboa, o Projecto SMS Ambiente, criado pela Quercus com o apoio da Vodafone.

Esta iniciativa consiste no envio de SMS’s semanais gratuitos com dicas ambientais de aplicação no dia-a-dia para qualquer número de telemóvel.

O primeiro SMS será enviado no dia 4 de Junho, 5ª feira, num total de 52 mensagens escritas a enviar durante um ano e que abrangerão oito áreas do quotidiano: Água, Ar, Construção Sustentável/Climatização, Conservação da Natureza e Biodiversidade, Consumo, Energia, Mobilidade e Resíduos.

A participação é gratuita e as inscrições estão já abertas em http://smsambiente.quercus.pt.

O serviço pode ser desactivado a qualquer momento se o utilizador assim o desejar.

O projecto SMS Ambiente decorrerá até ao dia 27 de Maio de 2010, data em que será enviado a última mensagem escrita.

Árvores – Take 2

Janeiro 6, 2009

Após esta tentativa falhada do ano passado, este ano há, para já, um sucesso parcial. Dois Castanheiros-da-Índia semeados em meados de Novembro nasceram e, para já, revelam bastante vigor.

 

Castanheiro-da-Índia com 4 semanas.

 

Castanheiro-da-Índia com 2 semanas.

 

Ideias para um futuro sustentável

Setembro 9, 2008

Save Miguel

Setembro 2, 2008

 

 

Este vídeo com o Rob Schneider faz parte de uma campanha lançada pela corticeira Amorim a fim de promover os benefícios ambientais e de sustentabilidade do uso da cortiça em geral. Mais informações sobre a campanha aqui.

 

Reciclar ou não reciclar, eis a questão.

Agosto 7, 2008

Uma visão completamente distorcida (ou talvez não) e humorada sobre a reciclagem de resíduos domésticos.

Nota: Este vídeo contém muita linguagem explicita.

 

 

Technorati :

O planeta a respirar

Agosto 1, 2008

BreathingEarth

 

Technorati :

A origem dos gases com efeito de estufa

Junho 26, 2008

Neste post no WorldChanging, há um interessante gráfico criado pela ONG americana World Resource Institute que mostra o impacto das principais actividades humanas, em termos do tipo de emissões libertadas. Fica confirmada a importância do transporte rodoviário e dos edifícios de habitação – actividades que se relacionam directamente com os comportamentos pessoais – no volume total das emissões de CO2.

The Story Of Stuff

Fevereiro 26, 2008

Em vídeo e em blog.

Árvores

Fevereiro 18, 2008

Lancei na terra algumas sementes de árvores na esperança de vê-las medrar. Oito bolotas de Carvalho-comum e oito castanhas de Castanheiros da Índia.

Carvalho-comum ou Carvalho-roble (Quercus robur)

Castanheiro da Índia (Aesculus hipocastannum)

Technorati :

Campanha da WWF

Novembro 8, 2007

Technorati :

GEO4

Outubro 27, 2007

Um relatório do GEO4, outro organismo das Nações Unidas para a observação do ambiente, que alerta para o estado de saúde do planeta e para os perigos que ele (e todos nós) enfrenta(mos) devido às alterações climáticas. O extenso relatório tira uma fotografia escura da condição actual do planeta e antecipa um cenário de grave crise para a humanidade num futuro não muito longínquo. Mas além destas perspectivas sombrias, são também mencionados alguns aspectos positivos das políticas ambientais das últimas décadas, como a redução das emissões de químicos nocivos para a camada de ozono e a criação de tratados para a redução de emissões de gases que provocam o efeito de estufa.


Technorati :

Alterações climáticas

Fevereiro 5, 2007

Um tema bastante na moda graças a um Inverno particularmente temperado, ao documentário com Al Gore e ao recente relatório do IPCC que aponta para a actividade humana como sendo muito provavelmente a causadora do aquecimento global. No Live Science encontra-se uma lista de 10 consequências do aquecimento global, sendo que a número #1 da lista é particularmente familiar à realidade portuguesa, os incêndios. Seria negativo que esta perspectiva sobre os incêndios desse origem a um discurso desculpabilizante e virado para a sua inevitabilidade por causa do aquecimento global. Dentro de alguns meses, veremos.

An Inconvenient Truth

Janeiro 12, 2007

Documentário de Davis Guggenheim. EUA, 2006.

Um documentário sobre as alterações climáticas em que o principal protagonista é o ex-Vice-Presidente dos Estados Unidos Al Gore. O documentário é o primeiro em que parte das receitas geradas será canalizada para investimentos em energias renováveis com o intuito de anular as emissões de carbono que decorreram da sua produção (o mesmo tinha já acontecido com os filmes The Day After Tomorrow e Syriana).

No documentário, Gore faz mais uma palestra em que vai mostrando os seus slides com muitas imagens atraentes e com gráficos elaborados a partir das medições das temperaturas e quantidades de carbono na atmosfera das últimas décadas. Estas imagens e gráficos ilustram de forma clara as alterações para as quais Gore pretende chamar a atenção. O documentário segue fazendo uso de uma linguagem muito directa recorrendo frequentemente a exemplos concretos, ao bom estilo americano, que, por um lado espetam várias farpas nas anteriores administrações republicanas (Reagan, Bush pai e Bush filho aparecem fazendo declarações pouco amigas do ambiente – registadas durante os respectivos mandatos) e por outro, mostram momentos da vida pessoal de Gore e do seu trabalho como membro do Senado americano em favor do ambiente. Não tirando mérito nem significado à mensagem de Gore, estas passagens do documentário dão a entender que, além de um alerta para as questões relacionadas com as alteração climáticas, assistimos também a uma acção de propaganda destinada à promoção de Gore na corrida às eleições que decorrerão no final do próximo ano. Ainda assim, mesmo para o espectador não-americano, é o documentário a não perder.

Nota: O post anterior foi feito antes de ver o documentário, mas nele, a mesma foto e a mesma citação de Carl Sagan referidas no post são mencionadas. Suponho que se trata de uma coincidência no sentido em que quem disponibilizou o link para o site (no del.icio.us) deverá te-lo feito, muito provavelmente, por ter visto a referência à foto em An Inconvenient Truth.

Tags: